BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Outubro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Ministra quer estudar impacto dos acidentes no SNS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

11052011

Mensagem 

Ministra quer estudar impacto dos acidentes no SNS




A ministra da Saúde, Ana Jorge, disse, esta quarta-feira, que seria «muito interessante» e «importante» fazer um estudo sobre o impacto da sinistralidade rodoviária no Serviço Nacional de Saúde (SNS), principalmente ao nível das sequelas e incapacidades resultantes de acidentes de viação.

Em declarações aos jornalistas, no final da apresentação da campanha Década de Ação pela Segurança no Trânsito, que decorreu hoje, em Lisboa, Ana Jorge admitiu não haver nenhum estudo sobre o impacto no Serviço Nacional de Saúde dos acidentes rodoviários e suas consequências, mas defendeu que seria «importante» fazê-lo.

«Penso que era algo muito interessante e importante fazer, que é estudar as sequelas graves e menos graves de tudo aquilo que são necessidades de ajudas técnicas e da incapacidade das pessoas por acidentes de viação, muitos deles evitáveis, e que poderia ser muito melhor para a qualidade de vida das pessoas e da sociedade», apontou a ministra da Saúde.

A propósito da campanha e do papel das unidades de saúde, Ana Jorge lembrou que já «desde há alguns anos» as maternidades têm a preocupação de fazer aconselhamento, em relação ao bebé, sobre o transporte e as regras de segurança. Sobre essa questão, a ministra revelou uma situação que testemunhou de uma criança com cerca de três ou quatro anos à janela de um carro, «pendurada no vidro de trás, aberto» e que «não ia nem com cinto nem cadeira».

«Fiquei impressionada porque de facto é importante não só as campanhas, mas é preciso que todos os cidadãos percebam que isto é um problema da sua responsabilidade naquilo que cada um de nós tem de defender, a sua saúde», apontou, acrescentando: «Isto é um problema de cidadania, de respeito e nós temos de fazer muito nesse sentido».

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/ana-jorge-acidentes-seguranca-rodoviaria-estradas-saude-tvi24/1252535-4071.html


avatar
BRIOSA BT
ADJUNTO DO COMANDANTE
 ADJUNTO DO COMANDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 1277
LOCALIZAÇÃO : Lisboa
INSCRIÇÃO : 04/01/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Ministra quer estudar impacto dos acidentes no SNS :: Comentários

avatar

Mensagem em Qui 12 Maio 2011 - 3:34 por BTBRAVO


Serviço Nacional de Saúde em campanha contra sinistralidade rodoviária
O Serviço Nacional de Saúde está em campanha contra a sinistralidade rodoviária. A partir desta quarta-feira há um conjunto de medidas que visa travar os acidentes nas estradas. O jornalista Jorge Correia explica que o transporte de bebés em automóveis é uma das preocupações.
2011-05-11 09:03:43

http://www.rtp.pt/noticias/?t=Servico-Nacional-de-Saude-em-campanha-contra-sinistralidade-rodoviaria.rtp&headline=46&visual=9&article=440809&tm=8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum