BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Governo abandona projecto de videovigilância nas florestas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

31032011

Mensagem 

Governo abandona projecto de videovigilância nas florestas




Governo abandona projecto de videovigilância nas florestas

O secretário de Estado da Protecção Civil, Vasco Franco diz que “não há condições para avançar” devido ao custo elevado de instalação do sistema.

O Ministério da Administração Interna suspendeu o projecto de instalação de videovigilância nas florestas portuguesas, ao que a Renascença apurou. Na base da decisão está a falta de verbas. Como consequência, cai o tão prometido projecto que iria ajudar na prevenção e combate aos fogos.

A decisão está tomada e não há condições para avançar, diz o secretário de Estado da Protecção Civil, Vasco Franco. “Não vou tornear a questão - é um projecto que abandonámos."

Vasco Franco acrescenta que o projecto “tem um custo muito elevado e seria incompreensível nós estarmos a discutir parar obras públicas importantíssimas e continuarmos a avançar”.

A decisão põe assim um ponto final num trabalho de quase dois anos, na altura em que o Ministério esperava começar a poder contar com mais esse instrumento de trabalho. Basta para isso recordar variadíssimas promessas feitas pelo próprio Vasco Franco.

O projecto, que não chega sequer a ser lançado em concurso público internacional, tinha um custo global de 15 milhões de euros e previa a instalação de cerca de 750 câmaras em todos os 18 distritos do Continente. A instalação iria ser feita de forma gradual, ao longo de três anos.

Nos largos meses de estudos, reuniões e previsões, estimava-se que 75% do projecto fosse financiado com dinheiros do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional) e que os restantes 15% fossem investidos pelo Governo. Agora está abandonado.

http://www.rr.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=92&did=149033


avatar
BTBRAVO
2º COMANDANTE
 2º COMANDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 6247
LOCALIZAÇÃO : Lisboa
EMPREGO : BRIGADA DE TRÂNSITO
INSCRIÇÃO : 05/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum