BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Governo Despesa salarial descontrolada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

23022011

Mensagem 

Governo Despesa salarial descontrolada




Governo
Despesa salarial descontrolada


Rui Pereira, ministro da Administração Interna


Em Janeiro, apesar dos cortes nos ordenados acima de 1500 euros, três ministérios aumentaram os encargos com vencimentos dos funcionários.

Saiba em quanto aumentou a despesa dos Ministérios da Defesa, da Justiça e da Administração Interna na edição em papel do jornal 'Correio da Manhã'.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/despesa-salarial-descontrolada032409333


avatar
BTBRAVO
2º COMANDANTE
 2º COMANDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 6247
LOCALIZAÇÃO : Lisboa
EMPREGO : BRIGADA DE TRÂNSITO
INSCRIÇÃO : 05/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Governo Despesa salarial descontrolada :: Comentários

avatar

Mensagem em Qua 23 Fev 2011 - 2:50 por BTBRAVO














Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qui 24 Fev 2011 - 2:05 por BTBRAVO

Governo
Despesa salarial descontrolada


Em Janeiro, apesar dos cortes nos ordenados acima de 1500 euros, três ministérios aumentaram os encargos com vencimentos dos funcionários.

Mesmo com os cortes salariais impostos pelo Governo para 2011, os ministérios da Administração Interna, da Defesa e da Justiça aumentaram as despesas com salários em Janeiro. E esta subida é muito superior à taxa de inflação prevista para este ano: o crescimento dos gastos com as ‘remunerações certas e permanentes’ atingiu 12,9% na Administração Interna, 5,9% na Defesa e 4,1% na Justiça. Ao todo, nestes três ministérios, os encargos com ordenados cresceram 15,8 milhões de euros.

O aumento na despesa com os ordenados nos ministérios de Rui Pereira, Augusto Santos Silva e Alberto Martins obrigou o ministro das Finanças, como garantiu ontem ao CM o ministério de Teixeira dos Santos, a chamar ao Terreiro do Paço os "responsáveis pelas finanças desses ministérios".

Quando a execução orçamental é decisiva para aliviar a pressão sobre a dívida pública, os três ministérios em causa, apesar do corte nos salários, não conseguiram reduzir a despesa com os vencimentos: em Janeiro, face a igual período do ano passado, os encargos com os salários aumentaram 9,9 milhões de euros na Administração Interna, 3,5 milhões de euros na Defesa e 2,4 milhões de euros na Justiça.

A subida dos gastos na Administração Interna e na Defesa resultaram, segundo os gabinetes dos respectivos ministros, de uma razão simples: "A aplicação do novo estatuto às Forças de Segurança ocorreu ao longo do ano, nomeadamente no segundo semestre" e "o novo sistema retributivo dos militares das Forças Armadas, aprovado em 2009, só entrou em vigor em Março de 2010".

Por isso, ambos os ministérios alegam que "quando comparamos Janeiro de 2010 com Janeiro de 2011 não estamos a comparar realidades homólogas", diz o gabinete de Santos Silva. Já o Ministério da Justiça diz que "a incidência da despesa em remunerações certas e permanentes não é homogénea", mas garante que a despesa por trimestre será reduzida: "Ao comparar o primeiro trimestre de 2011 com o primeiro trimestre de 2010, a despesa diminuiu".

Certo é que a intervenção do Ministério das Finanças, chamando os responsáveis financeiros desses ministérios ao Terreiro do Paço, indica que Teixeira dos Santos receia que outros factores estarão a contribuir para o aumento da despesa com ordenados naqueles três ministérios. E tanto assim é que o despacho conjunto de Teixeira dos Santos e Santos Silva, de 10 de Fevereiro, constata a subida dos gastos em Janeiro, "não obstante as medidas de contenção", e determina que sejam "vedados quaisquer actos que consubstanciam valorizações remuneratórias".

PARTIDO TRAVA ANGELA MERKEL

A coligação que suporta a chanceler Merkel acordou rejeitar qualquer possibilidade de a Alemanha poder fazer concessões nas cimeiras que vão decorrer em Março, inibindo a solução de compra de obrigações através do Mecanismo de Estabilidade Europeia. Foi aprovada uma resolução que estipula que o Parlamento deve "rejeitar financiar ou garantir programas de compra de obrigações".

636 MIL COM CALOTES À BANCA

O Banco de Portugal contabilizou 636 mil particulares com crédito em incumprimento à Banca no final do ano passado. Segundo a Central de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal, em 2010, mais de 28 mil famílias deixaram de pagar os empréstimos contratados.

O consumo continua a ser a maior preocupação, já que agrega 581 mil incumpridores. Na habitação são apenas 128 mil.

JUROS SOBEM E RESGATE É APONTADO PARA ABRIL

Os mercados internacionais não receberam bem os primeiros dados da execução orçamental de 2011 e penalizaram Portugal com a subida dos juros da dívida da República. A imprensa internacional retoma o tema do resgate a Portugal e diz que a entrada do FMI deverá ocorrer durante o mês de Março, o mais tardar em Abril.

De acordo com a Bloomberg, as taxas de juro para a dívida portuguesa a cinco anos atingiram ontem um novo recorde nos 7,14%. A dez anos as taxas subiram 0,9 pontos-base para os 7,46%.

A edição de ontem do ‘Wall Street Journal’ dava como certo o resgate da União Europeia a Portugal. "A expectativa é que Portugal não pode aguentar para além de Março, o mais tardar, Abril, e já está sob pressão de países como a Alemanha para pedir ajuda, de modo a clarificar a situação na Zona Euro", afirmou ao jornal um alto-responsável da Comissão Europeia, que diz que esta possibilidade está a ser considerada, em privado, por responsáveis do governo português.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/exclusivo-cm/despesa-salarial-descontrolada220217843

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qui 24 Fev 2011 - 4:53 por bota alta

Engraçado que eu recebo menos do que o ano passado. Para onde vai esse dinheiro??. Não se esqueceram eles de aumentarem nas suas mordomias. Venham para cá políticos do norte da Europa, visto terem mais credibilidade, governarem este país à deriva.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum