BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Outubro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Ministro quer maior penalização para condutores alcoolizados

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

30112010

Mensagem 

Ministro quer maior penalização para condutores alcoolizados




«Quem conduz alcoolizado tem de ser sancionado porque está a pôr em perigo não só a sua vida como a vida de outros», diz ministro da Administração Interna

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, admitiu esta terça-feira a necessidade de maior repressão para os condutores que conduzem alcoolizados, mas considerou que a legislação em vigor é suficiente para combater o abuso do álcool.

«Há necessidade em alguns aspectos de ir para o plano repressivo. Quem conduz alcoolizado tem de ser sancionado porque está a pôr em perigo não só a sua vida como a vida de outros», afirmou à agência Lusa Rui Pereira.

Rui Pereira realçou que o consumo de álcool é uma «tradição cultural e turística» de Portugal e que por esse motivo o seu «consumo moderado não deve merecer repressão», a não ser que se verifique um «exagero» no seu consumo.

«O abuso do álcool é efectivamente um problema social que deve ser combatido. A nível da Administração Interna é reconhecido que é uma das causas da sinistralidade rodoviária e que está associado a alguns crimes de violência doméstica e de incendiarismo», apontou.

No entanto, o governante, que defendeu «maior fiscalização rodoviária» e maior «consciência do sector da restauração na venda de bebidas alcoólicas», nomeadamente a menores, grávidas e pessoas que aparentem estar já alcoolizadas, considerou que a legislação em vigor, relativa ao álcool, «é suficiente para permitir prevenir e reduzir os consumos exagerados» desta substância.

Por seu turno, João Goulão, presidente do Instituto da Droga e Toxicodependência (IDT), explicou que «não existem projectos concretos» para combater o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, apenas «o compromisso de várias entidades em elaborar propostas que contribuam para a diminuição dos problemas ligados ao álcool na sociedade portuguesa».

O responsável do IDT anunciou ainda que será dada formação aos médicos de clínica geral que se mostrem «interessados em poder ser uma primeira linha de intervenção ao nível da identificação precoce de pessoas com problemas ligados ao álcool».

http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/tvi24-alcool-condutor-rui-pereira-sancao/1214064-4071.html






SOMOS POUCOS, NUNCA FOMOS MUITOS, MAS QUANDO SOUBERMOS SER TODOS, SEREMOS BASTANTES.
avatar
COMANDANTE GERAL
FOCABRAVO
FOCABRAVO

PAÍS :
MENSAGENS : 5344
LOCALIZAÇÃO : PORTUGAL
EMPREGO : BT PARA SEMPRE
INSCRIÇÃO : 26/01/2009

http://brigadatransito.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum