BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Novembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Redução salarial é para sempre

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

18112010

Mensagem 

Redução salarial é para sempre







"Sim. É para sempre. É um corte para sempre." A declaração é do ministro de Estado e das Finanças, Teixeira dos Santos, ontem, no Parlamento, sobre os cortes salariais na Função Pública a vigorar em Janeiro de 2011.

O Executivo quer cortar entre 3,5 a 5 por cento nos ordenados a partir de 1500 euros ilíquidos. Ao todo, serão abrangidos 350 mil trabalhadores em funções públicas e cerca de 100 mil do sector empresarial do Estado.
Os cortes variam entre 50 euros e 420 euros mensais para remunerações de 4200 euros ilíquidos. À redução salarial acresce um ponto percentual de aumento nas con-tribuições para a Caixa Geral de Aposentações (CGA).
A frase de Teixeira dos Santos surgiu numa pergunta do deputado do BE José Gusmão. Ao CM, o parlamentar assegura que o BE quer suscitar a fiscalização constitucional da proposta.
Por esclarecer está a hipótese de se mexer nos índices da Função Pública. O PSD, que fez um acordo com o Governo para viabilizar o Orçamento do Estado, ficou para já em silêncio.
O Governo pretende ainda promover uma maior ligação entre a evolução dos salários e a evolução da produtividade, com uma "política de moderação salarial". Mas afasta-se de uma revisão profunda do Código Laboral.
Quanto ao pagamento de dividendos pela Portugal Telecom, ainda este ano, Teixeira dos Santos não colocou entraves legais, justificando o seu comunicado com a "percepção social" que implicam. Mais, afiançou que a Caixa Geral de Depósitos não recebeu, nem pediu, orientação do accionista Estado no pagamento de dividendos da venda da Vivo pela PT em 2010.
O governante explicou ainda que a compensação de 550 milhões de euros, ao abrigo do acordo com o PSD, será alcançada com reduções em várias rubricas, nomeadamente na aquisição de bens e serviços ou na redução de subsídios para o sector empresarial do Estado (80 milhões de euros).
http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/politica/reducao-salarial-e-para-sempre131928777



http://tv1.rtp.pt/noticias/?t=Cortes-de-salarios-na-Administracao-Publica-geram-controversia.rtp&headline=20&visual=9&article=392881&tm=9



focazero@hotmail.com
SOMOS A SOLUÇÃO NÃO O PROBLEMA = BT ATÉ MORRER
avatar
focazero
GENERAL
 GENERAL

PAÍS :
MENSAGENS : 521
LOCALIZAÇÃO : Portugal
INSCRIÇÃO : 21/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Redução salarial é para sempre :: Comentários

avatar

Mensagem em Sex 19 Nov 2010 - 4:25 por RICKY4969

TÁ TUDO IGUAL.... tá não tá??? pk será que andam a pensar em reactivar A NIOSSA BT????? pk faltam lá uns milhares... milhões... de €€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€€....
se todos fizessem como eu e outros eles ja tinham notado a diferença á muito tempo..... assim vão andando e adiando.....

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum