BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Cobrança de novas portagens transferiu muitos condutores para estradas nacionais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

15102010

Mensagem 

Cobrança de novas portagens transferiu muitos condutores para estradas nacionais




O Destacamento de Trânsito da GNR/Porto afirmou à Lusa que, às 11h30, o trânsito estava ainda "muito intenso" na EN13, na zona da Maia, via alternativa à A28, autoestrada com portagens desde as 00h00.

"Na zona das Guardeiras, na Maia, o trânsito está muito intenso em ambos os sentidos",[/b] afirmou a fonte, acrescentando que as filas de trânsito atingem entre três a quatro quilómetros.

Com
a cobrança de portagens desde as 00h00 na antiga SCUT Douro Litoral
(A28), a EN 13 é a via alternativa para quem se desloca entre o Porto e
Viana do Castelo.

O representante da comissão de utentes desta
SCUT estimou hoje que o tráfego na EN13 aumente cerca de 70 a 80% por
causa do início do pagamento de portagem na A28.

Ao início da
manhã, a GNR afirmou à Lusa que não se registava qualquer alteração
significativa em termos de tráfego rodoviário nas autoestradas agora
portajadas, nem nas vias alternativas.

Já os automobilistas espanhóis queixaram-se de "enorme confusão" e "grande falta de informação"
quanto à forma de pagamento de portagens nas SCUT, mas muitos já
começaram a adquirir o dispositivo eletrónico de matrícula (DEM).

Na
estação de serviço de Neiva, Viana do Castelo, da A28, os CTT montaram
"de emergência" um posto de atendimento e de venda dos DEM,
expressamente destinados aos veículos estrangeiros, que logo ao início
da manhã começou a ser muito requisitado.

Também utentes da A41 decidiram hoje optar por fazer a viagem diária pela EN13 para evitar as portagens da A41.

O
mesmo aconteceu com utentes da A29, entre Aveiro e Porto, optaram no
primeiro dia de pagamento de portagens nas Scut, por um percurso
alternativo, como a Estrada Nacional 109.

Um dos representantes
da comissão de utentes das SCUT do Norte Litoral afirmou que muitos
automobilistas estão a passar as portagens sem pagar por falta dos
dispositivos necessários, adiantando que se continuam a ouvir buzinas de
protestos.

"Há muita gente que não teve tempo nem condições para poder ter acesso aos dispositivos eletrónicos nem ao sistema de Via Verde" necessários para pagar as portagens das SCUT, disse José Rui Ferreira.

O representante, que também lidera a comissão nacional de utentes, admitiu mesmo que ele próprio "passaria hoje sem pagar porque ainda não tem o dispositivo eletrónico".

Queixa em Bruxelas

A
Confederação Empresarial de Pontevedra (CEP) já apresentou uma queixa
em Bruxelas contra o processo de cobrança de portagens nas SCUT de
Portugal, considerando ser "inadmissível" que o pagamento não possa ser
feito em dinheiro.

"É inadmissível, talvez mesmo ilegal e contraria frontalmente o princípio da livre mobilidade em vigor na União Europeia",
disse hoje o presidente da CEP, acrescentando que a introduão de
portagens nas SCUT, designadamente na A28, constituem "grandes pedras"
colocadas nas relações entre o norte de Portugal e a Galiza.

Os
veículos estrangeiros que queiram circular nas autoestradas portuguesas
que até hoje funcionavam em regime SCUT têm duas opções para pagar as
portagens: ou aderem à Via Verde ou adquirem um dispositivo eletrónico
temporário.

Na Zona Norte, os veículos que circularem na A41 pagam dois euros, um pouco acima do valor pago na A42, que é de 1,65 euros.

No
que se refere à concessão da Costa de Prata, quem circula na A17 tem
que pagar 2,15 euros. A A25 custa aos utentes 1,40 euros e a A29 chega
aos 2,95 euros.

O Governo criou um regime de discriminação
positiva para os utilizadores locais, que vigorará de forma universal
até 30 de junho de 2012.

A partir dessa data, as isenções e
descontos apenas vão abranger os utilizadores das regiões onde o PIB per
capita seja inferior a 80% da média do PIB per capita nacional).


http://sic.sapo.pt/online/noticias/dinheiro/Cobran%C3%A7a+de+novas+portagens+transferiu+muitos+condutores+para+estradas+nacionais.htm





avatar
micro_fz
SARGENTO MOR
 SARGENTO MOR

PAÍS :
IDADE : 35
MENSAGENS : 1253
LOCALIZAÇÃO : Aveiro/viseu
EMPREGO : OPC
INSCRIÇÃO : 15/02/2010

http://www.clubtyperportugal.pt.to

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum