BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Marcha lenta na SCUT do Grande Porto

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

26052010

Mensagem 

Marcha lenta na SCUT do Grande Porto




Várias viaturas concentraram-se às 18h00 desta quarta-feira na rotunda do Jardim, na Maia, para iniciarem mais um protesto contra a introdução de portagens na SCUT do Grande Porto (A41 e A42).
O aglomerado de viaturas era bem visível não só pelos manifestantes mas também por outros automobilistas que abrandavam para se manifestarem a favor do protesto.

A marcha lenta irá da Maia até à Lousada, esperando que mais viaturas provenientes de Paredes, Paços de Ferreira e Lousada se juntem ao protesto.
"Todos dos dias recebemos mais apoio da população. As pessoas revêem-se nos nossos argumentos porque, como nós, acham uma injustiça as portagens", refere Gonçalo Oliveira, da comissão de utentes. As manifestações de apoio têm aumentado, numa luta que acreditam “ser justa”.

O Governo estipulou o dia 1 de Junho para a introdução de portagens na A41 e A42, a auto-estrada do Grande Porto que liga a Maia a Felgueiras. Os utilizadores protestam desta medida pois consideram não haver alternativas rodoviárias e além disso consideram que irá acarretar mais problemas económicos para aquela região.
Esta quarta-feira alguns autarcas foram recebidos na Assembleia da República por deputados do CDS, PCP, BE e PSD, a fim de manifestarem o seu descontentamento sobre a medida fixada pelo Governo. http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/marcha-lenta-na-scut-do-grande-porto
avatar
solamente
ALFERES
 ALFERES

PAÍS :
IDADE : 52
MENSAGENS : 2082
LOCALIZAÇÃO : algarve
EMPREGO : domar feras
INSCRIÇÃO : 14/03/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Marcha lenta na SCUT do Grande Porto :: Comentários

avatar

Mensagem em Qua 26 Maio 2010 - 14:49 por Dani99

Protesto na A41 e A42 termina após hora e meia de marcha lenta

A marcha lenta entre a Maia e Lousada de protesto contra a introdução de portagens na A41 e A42 terminou cerca das 19.40 horas, após obrigar milhares de automobilistas a fazer o percurso a 20 quilómetros por hora.

Cumprir de automóvel os cerca 30 quilómetros que separam Lousada da Maia demora em circunstâncias normais cerca de 20 minutos, mas hoje muitas centenas de automobilistas demoraram mais de hora e meia.

A marcha lenta foi liderada por algumas dezenas de activistas da comissão de utentes, que encabeçavam com as suas viaturas a longa fila, condicionando nas faixas de rodagem a circulação a uma velocidade muito reduzida.

Durante vários quilómetros, a GNR ainda tentou desviar o tráfego para as vias nacionais alternativas, mas a marcha lenta para quem seguia na autoestrada manteve-se até Lousada.

Gonçalo Oliveira, da comissão de utentes, fez um balanço positivo desta ação, considerando que foram alcançados todos os objectivos, nomeadamente "o civismo e a solidariedade dos utilizadores desta autoestrada".

"Percebemos mais uma vez que a esmagadora maioria da população foi paciente porque está solidária connosco e não aceita as portagens", afirmou à Lusa.

O activista garante que mais acções de protesto se vão realizar para exigir que o Governo recue.

"É claro que estamos a preparar novas formas de luta que serão mais extensas e frequentes se o Governo não mudar de ideias", adiantou, escusando-se a especificar o tipo de protesto que estarão a preparar.

A A41 e a A42 constituem a denominada SCUT do Grande Porto, ligando a Maia a Felgueiras.

O Governo anunciou que a partir de 1 de Julho vão ser introduzidas portagens nesta autoestrada.

As comissões de utentes e os autarcas têm-se insurgido contra a pretensão da tutela, considerando que as portagens irão afectar uma região que enfrenta problemas económicos decorrentes do encerramento de empresas e consequente aumento de desemprego.

Alegam ainda que não há alternativas rodoviárias a esta autoestrada que garantam um acesso eficaz ao Grande Porto.

Esta marcha de protesto ocorre no dia em que vários autarcas foram recebidos na Assembleia da República por deputados dos grupos parlamentares do CDS, PCP, BE e PSD.

Fonte: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economia/Interior.aspx?content_id=1579109

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum