BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Junho 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Mísseis protegem Papa em Fátima

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

27042010

Mensagem 

Mísseis protegem Papa em Fátima




28 Abril 2010 - 00h30
Segurança: Resposta para eventuais ataques por ar durante a visita papal


Mísseis protegem Papa em Fátima

O Exército Português tem a missão de defender o espaço aéreo durante a vista de Bento XVI a Portugal. Um eventual ataque lançado dos céus em Fátima contra o Santo Padre terá a resposta dos mísseis MIM-72.



O sistema ‘Chaparral’ será instalado em zonas estratégicas em redor do Santuário. Já o espaço aéreo próximo do Terreiro do Paço, em Lisboa, será protegido pelos sistemas mar-ar das fragatas da Marinha. O CM sabe que, no âmbito do plano de segurança, estão a ser preparados todos os meios de defesa para eventuais situações de alto risco, como atentados terroristas e ameaças aéreas. O Regimento de Artilharia Anti-Aérea nº 1 foi esta semana chamado à missão de protecção do Papa e defendeu a instalação de baterias de mísseis em áreas mais vulneráveis. Está ainda a estudar os locais onde poderá montar todo o sistema norte-americano ‘Chaparral’: criado nos anos 60 e ao serviço do exército português desde 1990, década em que deixou de ser usado nos EUA.
O ‘Chaparral’ utiliza mísseis autoguiados MIM-72 e está equipado com sistema de visão nocturna de infravermelhos. Para a sua operacionalidade conta com torres de radar que detectam qualquer ameaça numa área de cerca de 25 km2, em baixa e muito baixa altitude. Na prática, assim que é detectado um aparelho considerado suspeito, o sistema entra em posição de lançamento em cerca de dois minutos. Cada bateria está equipada com quatro mísseis.
VIDEOVIGILÂNCIA REDUZ CRIME
A entrada em funcionamento do sistema de videovigilância no Santuário de Fátima contribuiu para uma redução de 15 por cento na criminalidade participada, revelou ontem o ministro da Administração Interna, Rui Pereira. O sistema "é uma mais-valia para tudo, incluindo a segurança no âmbito da visita de Sua Santidade, porque permite abranger toda a área do santuário", disse o governante, durante uma visita ao posto da GNR de Fátima, onde são recebidas as imagens captadas por oito câmaras. Os equipamentos, a funcionar há um ano, estão instalados em vários pontos do recinto e além de auxiliarem as forças de segurança servem também para ajudar a Protecção Civil ou o INEM em caso de emergência médica. As imagens são guardadas durante trinta dias, após os quais terão de ser destruídas.
PORMENORES
MOMENTO PRIVILEGIADO
O reitor do Santuário de Fátima, padre Virgílio Antunes, considera que a visita de Bento XVI é um "momento privilegiado" após João Paulo II ter divulgado a mensagem de Fátima.
ALOJAMENTO IRREGULAR
Fátima tem uma oferta de alojamento superior a 15 mil camas mas apenas metade em situação legal. Os responsáveis do Turismo esperam que os proprietários dos estabelecimentos irregulares os licenciem, aproveitando a legislação de requalificação hoteleira.
PADRES CASADOS
Portugal tem entre 600 a 700 padres casados, que pediram dispensa para contrair casamento católico e continuar ligados à Igreja ou que optaram pelo casamento civil e pela vida leiga.

http://www.cmjornal.xl.pt/Noticia.aspx?channelid=00000010-0000-0000-0000-000000000010&contentid=CA8EC3E8-754F-447D-9246-18FD7E118214&h=2




avatar
roda 7
SARGENTO AJUDANTE
 SARGENTO AJUDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 872
LOCALIZAÇÃO : Portugal
EMPREGO : BRIGADA DE TRÂNSITO
INSCRIÇÃO : 29/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Mísseis protegem Papa em Fátima :: Comentários

avatar

Mensagem em Ter 27 Abr 2010 - 22:57 por roda 7

Videovigilância ajuda na segurança do Papa

Estão a ser tomadas todas as diligências necessárias para garantir que a visita de Bento XVI a Portugal corra pelo melhor. A garantia é do ministro da Administração Interna que ontem, terça-feira, no santuário de Fátima, afiançou que não estão a ser "poupados esforços".

Rui Pereira, que quis conhecer de perto o sistema de vídeovigilância do santuário, cuja responsabilidade de gestão pertence à GNR, garante que este sistema "é uma mais-valia para tudo, incluindo a segurança no âmbito da visita de Sua Santidade", na medida em que abrange toda a área do recinto.

O ministro falou do envolvimento de todas as forças e serviços de segurança, tais como a GNR, PSP, SEF, PJ e Autoridade Nacional de Protecção Civil, para que "tudo corra pelo melhor".

O esforço, assegurou o ministro, "está a ser desenvolvido como a lei prevê", cabendo ao secretário-geral da Administração Interna, Mário Mendes, o controlo e a articulação entre todas as forças e serviços de segurança.

"Nós não pouparemos esforços para que tudo corra pelo melhor", garantiu o ministro após a visita aos locais onde estão instaladas as câmaras de vídeovigilância do santuário.

Este sistema, com oito câmaras, pode a partir de agora funcionar durante 24 horas. Uma "mais-valia" obtida com a renovação da licença, que terminaria a 11 de Maio e que foi prorrogada até 31 de Dezembro deste ano.

Segundo Rui Pereira, a alteração de horário "é importante" porque "há noites de vigília com muita frequência no santuário". E "durante essas noites também é conveniente que as câmaras estejam a funcionar", frisou o MAI, lembrando que, mesmo que haja locais sem ninguém, elas "funcionam como elemento dissuasor de actos de vandalismo".

Para o responsável, o facto da vídeovigilância funcionar durante 24 horas "é um princípio muito positivo". Rui Pereira mostrou-se satisfeito com a "sensibilidade" demonstrada pela Comissão Nacional de Protecção de Dados, que decidiu alargar o prazo para a captação de imagens.

O MAI sustentou que este sistema - que em nome da liberdade religiosa não abrange os locais de culto (Capelinha, Basílica e nova Igreja) - "cumpre plenamente a sua finalidade" que é "a prevenção da criminalidade". "De acordo com os dados fornecidos pela GNR que gere o sistema, e pelas autoridades eclesiásticas, houve uma redução de 15% da criminalidade participada deste que o sistema foi instalado", frisou.

Por outro lado, "cumpre também as suas funções na área da protecção civil e da emergência médica", na medida em que "permite detectar alguma necessidade de socorro para algum peregrino que se encontre no santuário".

Para Rui Pereira, a importância da vídeovigilância está também no facto de "elevar o sentimento de segurança em relação à criminalidade, furtos e crimes contra o património". É que "as pessoas sentem-se, sem dúvida, mais seguras, mais livres de participar no culto com este sistema".

As oito câmaras representam um investimento de 80 mil euros e estão instaladas em vários locais do santuário.

http://jn.sapo.pt/Dossies/dossie.aspx?content_id=1555050&dossier=Papa%20Bento%20XVI%20em%20Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qua 28 Abr 2010 - 8:07 por BTBRAVO

Videovigilância do Santuário de Fátima renovada até final do ano

Criminalidade participada diminuiu 15% desde a instalação do Sistema


Em visita de trabalho ao Santuário de Fátima, ontem, 27 de Abril, o Ministro da Administração Interna (MAI), Rui Pereira, entregou ao Reitor da instituição, Padre Virgílio Antunes, cópia do despacho do MAI com a aprovação da renovação da autorização do Sistema de Videovigilância no Santuário de Fátima.

O Sistema, que funcionará até Dezembro de 2010, período findo o qual poderá haver novo período de renovação, apresenta como novidade em relação ao período anterior o alargamento do horário de funcionamento. Passa a funcionar ininterruptamente 24 horas por dia, todos os dias da semana.

O Ministro Rui Pereira destacou como finalidade principal do Sistema o pretender “elevar o patamar de segurança, sem substituir o policiamento”, e, além disso, a ajuda à detecção “de algumas situações de necessidade de socorro nos espaços do Santuário”.

O governante assegurou ainda que, no caso específico de Fátima, com a videovigilância “não haverá nunca uma situação de devassa” e será sempre respeitado o “valor da liberdade religiosa, que é um valor muito importante num local como Fátima”.

Durante a visita aos espaços do Recinto do Santuário, onde as oito câmaras de videovigilância estão instaladas, e também ao Posto da GNR de Fátima, onde as imagens são recebidas, Rui Pereira sublinhou que este Sistema “é uma mais-valia para tudo, incluindo a segurança no âmbito da visita de Sua Santidade, porque permite abranger toda a área do Santuário”.

Este Sistema, que representou para o Santuário de Fátima um investimento de cerca de 80 mil euros tendo em vista uma maior segurança e bem-estar dos peregrinos e visitantes, é gerido pelo Destacamento de Tomar da Guarda Nacional Republicana, a que pertence o Posto de Fátima.

Junto do MAI, o Comando Distrital da GNR invocou como fundamentos justificativos para a necessidade e a conveniência desta renovação o registo da diminuição da criminalidade participada, na ordem dos 15%, e o aumento da sensação de segurança desde que o sistema entrou em funcionamento, em Maio de 2009.

Para o Reitor do Santuário de Fátima, as câmaras são efectivamente “uma medida dissuasora e dão uma maior sensação de segurança aos peregrinos”.

As câmaras estão direccionadas de modo a não captar e a não gravar imagens nos locais mais reservados de oração, como o interior de igrejas e capelas, e as imagens captadas podem apenas ser conservadas por trinta dias. Expirando esse prazo, caso não sejam consignadas em processo penal, devem ser destruídas.

Recorde-se que o protocolo entre a Guarda Nacional Republicana (GNR) e o Santuário de Fátima com vista à coordenação e utilização do Sistema de Videovigilância no recinto e área envolvente do Santuário foi assinado em Fátima a 27 de Março de 2008.

No âmbito deste documento era sublinhada a especificidade de Fátima e do Santuário de Fátima, que “pela sua importância religiosa e cultural, tem uma elevadíssima afluência de peregrinos ao longo de todo o ano, com especial incidência para os períodos que rodeiam os dias 13 de cada mês”.

Com o protocolo firmado, a GNR pôde apresentar uma candidatura à Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD), para permitir a utilização dos equipamentos e o sistema entrou em funcionamento na Peregrinação Aniversária de Maio de 2009.

Santuário de Fátima Seguro

Numa iniciativa conjunta do Santuário de Fátima e da GNR/Fátima, teve início na Peregrinação de Agosto 2007 o projecto “Santuário de Fátima Seguro”, uma campanha de sensibilização para a segurança dos peregrinos e visitantes da cidade, em vigor desde essa data.

Para além da distribuição de panfletos informativos, com recomendações úteis e com um mapa dos serviços de saúde, turismo e policiamento da cidade, este projecto tem também como meio de acção o estabelecimento de contactos interpessoais com os peregrinos, quer por parte dos militares da GNR quer pelos vigilantes do Santuário de Fátima.

No espaço civil da cidade os cartazes são distribuídos pelos agentes da GNR e no Santuário pelos serviços da instituição.

Na Peregrinação Internacional Aniversária de Maio de 2008 iniciou-se a distribuição do mesmo panfleto em Inglês e em Italiano.
http://www.agencia.ecclesia.pt/cgi-bin/noticia.pl?&id=79180

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qua 28 Abr 2010 - 9:33 por linhacontinua

xi se o papa viesse a bragança e o comandante do exercito fosse o "calça curta" ia utilizar misseis de curto alcançe (tipo alcance de 10 cm) para poupar combustivel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum