BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Funcionários Públicos Sindicatos contestam defesa governamental do congelamento de salários

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

13012010

Mensagem 

Funcionários Públicos Sindicatos contestam defesa governamental do congelamento de salários




O secretário de Estado do Orçamento defendeu esta manhã na TSF que os funcionários públicos não deverão ter aumentos de salário este ano. Emanuel dos Santos sustentou que aumentos de ordenados acima da inflação são desajustados face às dificuldades da economia e apelou a um entendimento com a Oposição nesta matéria. FESAP e Frente Comum não aceitam os argumentos oficiais

A FESAP (Frente Sindical da Administração Pública) já respondeu ao Governo, lembrando que os trabalhadores não são os maus da fita da situação orçamental.
À margem de uma reunião com o secretário de Estado da Administração Pública para analisar o modelo de avaliação dos funcionários públicos, o presidente da FESAP aproveitou para refutar os argumentos lançados esta manhã por Emanuel dos Santos.
Nobre dos Santos lembrou ao Executivo socialista que, havendo um "problema de gestão financeira, compete aos governantes resolver a situação, não aos trabalhadores", pelo que não haveria qualquer razão para um congelamento de salários em 2010.
O líder da FESAP garante que os funcionários da administração pública "não querem o desvio da despesa pública", mas voltou a sublinhar que o sindicato não admite que se pense, face à actual situação financeira, os trabalhadores venham a ser "obrigados a enfrentar uma situação de prejuízo".


Frente Comum deixa aviso ao Governo
Já é conhecida também a reacção da Frente Comum. A coordenadora Ana Avoila disse não estar surpreendida com as teses defendidas pelo secretário de Estado Emanuel dos Santos.
"É uma história repetida, que já não convence ninguém", ironizou a sindicalista, deixando um aviso: "Escusam de preparar as pessoas, porque estas vão reagir".

http://tv1.rtp.pt/noticias/index.php?t=Sindicatos-contestam-defesa-governamental-do-congelamento-de-salarios.rtp&article=310287&visual=3&layout=10&tm=6




avatar
roda 7
SARGENTO AJUDANTE
 SARGENTO AJUDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 872
LOCALIZAÇÃO : Portugal
EMPREGO : BRIGADA DE TRÂNSITO
INSCRIÇÃO : 29/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Funcionários Públicos Sindicatos contestam defesa governamental do congelamento de salários :: Comentários

avatar

Mensagem em Qui 14 Jan 2010 - 3:24 por 100MEDO

Que congelem os do s Srs ministros, e que acabem com as regalias casa carro motorista cartoes de credito, etc... porque eu se quero ir trabalhar tenho que me deslocar pelos meus proprios meios e ninguem me paga mais por isso.

Acabem de uma vez por todas com certas, ja nem falo na GNR.

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qui 14 Jan 2010 - 17:56 por Paxo

Já estamos habituados a estas medidas de mer**. E por mais incrivel que pareça, a factura é sempre paga pelos mesmos. E se em vez de trocarem a frota automovel anterior por BMW topo de gama se os trocassem por uns Skodas. Já poupavam alguns milhares de euros.

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Sex 15 Jan 2010 - 5:04 por BTBRAVO

PS e PSD admitem congelar salários da Função Pública

O PSD não fecha a porta ao congelamento de salários na Função Pública, que está a ser ponderado pelo Governo para o Orçamento do Estado (OE) para 2010, como medida extraordinária para controlar a despesa pública, avança a edição desta sexta-feira do SOL

Ao SOL, fonte da direcção de Ferreira Leite confirmou que o PSD «admite analisar» esta proposta. Enquanto ministra das Finanças de Durão Barroso, Ferreira Leite congelou o salário dos funcionários públicos durante dois anos consecutivos. A única excepção foi para os trabalhadores com remunerações mensais inferiores a mil euros.

O Governo manteve ontem com os partidos uma ronda de reuniões com vista à negociação do OE e o congelamento dos salários da Função Pública terá estado em cima da mesa.

Recorde-se que o deputado Miguel Frasquilho, que integra a direcção da bancada do PSD, defende, por exemplo, a fixação do valor da despesa de 2010 ao nível do projectado no OE inicial de 2009.

E, em artigo publicado no SOL, na semana passada, explicou que, para isso, é preciso «contenção salarial». Já esta semana, também Pedro Passos Coelho, candidato à liderança do PSD, defendeu o congelamento dos salários da Função Pública e de todas as prestações sociais.

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=159682

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum