BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Dezembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Motorista de pesados acusado em acidente que causou três mortos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

19092012

Mensagem 

Motorista de pesados acusado em acidente que causou três mortos




O Ministério Público de Águeda deduziu acusação de homicídio por negligência a um condutor envolvido num dos dois acidentes ocorridos em agosto de 2010 na A25, na zona de Talhadas, Sever do Vouga, e que causaram seis mortos.

O despacho de acusação referente ao acidente que aconteceu no sentido Viseu-Aveiro, que resultou na morte de três pessoas, incluindo uma criança de oito anos, e provocou ainda 15 feridos, ficou concluído no dia 10 de setembro.

N o documento a que a Lusa teve acesso esta quarta-feira, o MP acusa um homem de 31 anos de um crime de homicídio por negligência agravado pelo resultado "mercê da falta de cuidado e atenção a condução" e por uma contraordenação rodoviária.

O arguido, residente em Oliveira do Bairro, é o motorista do pesado de mercadorias que abalroou várias viaturas que se encontravam imobilizadas na faixa de rodagem e na berma, minutos depois de ter acontecido o primeiro acidente no sentido contrário.

O acidente em cadeia envolvendo 20 viaturas (um pesados e 19 ligeiros), ocorreu no dia 23 de agosto de 2010, pelas 16.25 horass, ao quilómetro 45 da A25, no sentido Viseu-Aveiro, numa altura em que a visibilidade era reduzida, devido a nevoeiro intenso e chuva.

O MP concluiu que os embates ocorreram como consequência da "condução desatenta e desadequada do arguido", tendo em conta as más condições atmosféricas e o pavimento molhado.

"Os embates foram resultado da falta de atenção do arguido às condições da via, às condições de visibilidade e ao trânsito existente, não adequando a velocidade do seu veículo de modo a poder parar no espaço livre e visível à sua frente para evitar bater nos veículos que por ali circulassem ou estivessem imobilizados", refere o despacho assinado pelo procurador Manuel Gonçalves.

Entre as provas apresentadas pelo MP estão as perícias aos veículos e ao local do acidente, o inquérito da GNR, uma reportagem fotográfica e o tacógrafo do pesado de mercadorias.

Os arguidos poderão agora requerer a abertura da instrução do processo, para serem ouvidos antes de o caso seguir para julgamento.

O inquérito ao primeiro acidente que ocorreu minutos antes, no sentido contrário, e do qual resultaram também três vítimas mortais, ficou concluído em junho passado, tendo sido deduzida acusação contra quatro condutores (três homens e uma mulher).

http://www.jn.pt/PaginaInicial/Seguranca/Interior.aspx?content_id=2779714&page=-1


avatar
BRIOSA BT
ADJUNTO DO COMANDANTE
 ADJUNTO DO COMANDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 1277
LOCALIZAÇÃO : Lisboa
INSCRIÇÃO : 04/01/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum