BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Julho 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Autoridade de Segurança Rodoviária quer carta por pontos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

20042012

Mensagem 

Autoridade de Segurança Rodoviária quer carta por pontos




CÓDIGO DA ESTRADA
Autoridade de Segurança Rodoviária quer carta por pontos

Novo sistema está previsto na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária e deve substituir o actual regime das multas e da cassação do título de condução. 19-04-2012 17:59

A Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) defende a introdução da carta por pontos na proposta que está a elaborar de alterações ao Código da Estrada.

Aquele sistema prevê que a cada infracção sejam somados pontos ao condutor, de acordo com a gravidade da infracção, sendo que um determinado total de pontos dá direito à cassação do título de condução.

A proposta, que deve ser apresentada ao Ministério da Administração Interna, prevê a simplificação de procedimentos e a transferência do actual sistema sancionatório para a introdução da carta por pontos, segundo disse Paulo Marques, presidente da ANSR, na Assembleia da República perante o grupo de trabalho da Comissão de Economia e Obras Públicas.

Desde 2008 que o Código da Estrada prevê a cassação da carta de condução aos condutores que durante cinco anos cometam três contra-ordenações muito graves ou cinco graves e muito graves.

O sistema da carta por pontos está previsto na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária e deve substituir o actual regime das multas e da cassação do título de condução.

O presidente das ANSR disse ainda que nos próximos tempos é necessário melhorar a rede viária, sobretudo em meio urbano, onde nos últimos anos tem aumentado o número de vítimas mortais devido ao atropelamento.

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=59107






SOMOS POUCOS, NUNCA FOMOS MUITOS, MAS QUANDO SOUBERMOS SER TODOS, SEREMOS BASTANTES.
avatar
COMANDANTE GERAL
FOCABRAVO
FOCABRAVO

PAÍS :
MENSAGENS : 5344
LOCALIZAÇÃO : PORTUGAL
EMPREGO : BT PARA SEMPRE
INSCRIÇÃO : 26/01/2009

http://brigadatransito.livreforum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Autoridade de Segurança Rodoviária quer carta por pontos :: Comentários

avatar

Mensagem em Seg 23 Abr 2012 - 4:53 por BTBRAVO

CARTA POR PONTOS. SERÁ DESTA?

Vêm aí mais umas alterações ao Código da Estrada. Não há Governo neste país que mal seja empossado não venha anunciar modificações aos códigos vigentes, passando metade da legislatura a “trabalhar” nestas alterações. Ora o Código da Estrada não é excepção. Multiplicam-se as propostas de organismos, associações, ministérios e outras tantas entidades, fundamentadas sempre, diga-se de passagem, na melhoria da segurança rodoviária e na prevenção dos acidentes e redução das suas consequências.
Como não podia deixar de ser, veio a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária anunciar na comunicação social que a sua proposta inclui o sistema da carta por pontos, previsto na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária, a fim de substituir a cassação da carta de condução e só esta. A carta por pontos, como algumas publicações avançaram, não significa a substituição nem do regime de “multas” nem do regime sancionatório por aquela.
Mas a carta por pontos não é uma novidade, não pelo menos para quem está neste meio da segurança rodoviária há um bom par de anos. Já em 1994, quando as contra-ordenações substituíram as transgressões, se falava em introduzir a carta por pontos e a este tema se voltou sempre que houve “mexidas” no Código da Estrada. Só não consigo perceber qual a dificuldade em implementar esta medida. Afinal o que é uma carta por pontos? Não é mais nem menos que um sistema no qual a cada infracção praticada, para além da coima e da inibição de conduzir, se atribui um determinado número de pontos, consoante a gravidade da infracção. Na generalidade dos países onde vigora, o indivíduo inicia a sua viagem como condutor com um número de pontos, por exemplo 12, como em Espanha, vendo aqueles decrescer à medida que soma infracções até não restar nenhum. Chegado a esse ponto, ao zero, a carta de condução é-lhe cassada, sendo que para voltar a poder conduzir terá de voltar a tirá-la. Nalguns casos é permitido o resgate de pontos através da frequência de acções de sensibilização ou reeducação dos condutores.
Este sistema, que acaba por avaliar o comportamento dos condutores, é tanto mais vantajoso quando assente em verdadeiros cursos/acções de reciclagem abrangendo quer a prática da condução quer a teoria consubstanciada no conhecimento das regras e sinais de trânsito.
A carta por pontos já deu “cartas” em muitos outros países europeus e segundo, por exemplo, nuestros hermanos, a implementação deste regime trouxe melhorias significativas nos índices de sinistralidade rodoviária. Porque esperamos nós? Porque ainda, ao fim de quase duas décadas, se organizam debates e se discute a sua aplicação ao nosso ordenamento jurídico rodoviário? Alguém me explica?

Teresa Lume - advogada e consultora jurídica da AutoMotor

http://www.automotor.xl.pt/Not%C3%ADcias/DetalheNoticia/tabid/118/itemId/11414/Default.aspx

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Seg 23 Abr 2012 - 7:28 por Rui Valente

Pois è tudo muito bonito mas depois dà-se o caso de andarem sem carta...que è o caso por aqui França està estimado que serca 3800 pessoas conduzem todos os dias sem carta....Bravo (Portugal e as suas leis de m....)

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qua 25 Abr 2012 - 11:43 por Malandrinho

Não estou a entender... Então em Portugal não há contra-ordenações leves, graves e muito graves?... e ao fim de 5 contra-ordenações graves não tiram a carta??? ou... 3 muito graves???? e as inibições de conduzir...não e´a mesma coisa que os pontos de França????
Bem enquanto alteram novamente o C.E. sempre criam mais alguns postos de trabalho.... para criarem uma coisa que já foi criada...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum