BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Agosto 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Lacuna na lei permite a políticos "abusar" da velocidade na estrada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

06042012

Mensagem 

Lacuna na lei permite a políticos "abusar" da velocidade na estrada




Lacuna na lei permite a políticos "abusar" da velocidade na estrada





A infração por excesso de velocidade de Mário Soares - apanhado anteontem a cerca de 200km/h na A8, em Leiria - volta a levantar o problema do regime de exceção aplicado a viaturas oficiais. A lei não especifica o que considera ser "marcha urgente de interesse público e os políticos abusam", acusa o porta-voz da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados.





foto Leonardo Negrao/Arquivo
Mário Soares foi apanhado a quase 200 Km/h na autoestrada

A ACA-M prepara, neste momento, um ação contra o Estado por omissão na legislação, na sequência de um acidente que vitimou, em Fevereiro, um jovem de 23 anos na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, revela o advogado da associação. O autocarro com adeptos polacos do Legia, escoltado pela PSP, não terá respeitado o sinal vermelho.

Para o presidente da Automóvel Club de Portugal, Carlos Barbosa, o comportamento do ex-presidente da República foi "inaceitável" a vários níveis. "Não deu o exemplo e disse que seria o Estado a pagar, pelos vistos, em tom mal educado".

Manuel João Ramos, da ACA-M, condena de forma veemente a conduta "anti-social de Mário Soares" e explica que é preciso legislar no sentido de tornar cúmplice o político, para que não recaia a culpa no motorista, como sucedeu no caso Mário Mendes. Soares também era conduzido por motorista. "Afinal, quando se pode considerar marcha urgente e colocar em risco a vida dos outros?".

Utilizam o regime de exceção viaturas oficiais, ambulâncias, equipas de futebol, concretiza a ACAM. O princípio que o justifica - a segurança - baseia-se na ideia de que a alta velocidade pode evitar atentados. Não foi possível obter reação, em tempo útil, de Mário Soares e um esclarecimento da parte da Autoridade Nacional Segurança Rodoviária.



http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=2404131




avatar
roda 7
SARGENTO AJUDANTE
 SARGENTO AJUDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 872
LOCALIZAÇÃO : Portugal
EMPREGO : BRIGADA DE TRÂNSITO
INSCRIÇÃO : 29/04/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Lacuna na lei permite a políticos "abusar" da velocidade na estrada :: Comentários

avatar

Mensagem em Sex 6 Abr 2012 - 3:22 por 666

Ora aqui está um bom exemplo do que não é interesse publico!! veiculo a alta velocidade gasta mais, o veículo do estado não é para ser utilizado para fins particulares.
O interesse publico é que reformados como este morram, não fazem falta nenhuma.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em Sex 6 Abr 2012 - 6:50 por Sagitários

Que tal uma auditoria á ANSR, para saber quantos processos foram arquivados ou deixados presrever propositadamente, favorecendo os importantes e poderosos. Ninguém consegue controlar esta tudo bem guadado.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em Sex 6 Abr 2012 - 9:25 por boina branca

Temos pena, mas Portugal está minado de Senhores como este, arrogantes e preputentes. Enquanto cortam subsidios, reduzem ordenados na classe trabalhadora estes senhores politicos, continuam a passear á conta do povo, eles é carro, condutor, casa e meia duzia de reformas. Por mais que nos tirem nunca háde chegar.

Existem demasiados abutres no nosso PAÌS

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Sex 6 Abr 2012 - 12:05 por josé patilhas

Este fulano já nos habituou a estas cenas lamentáveis, como não mandou os Guardas embora (desapareçam)como fez no celebre autocarro, vá-lá, vá-lá... filh... da pu..., ao fim destes anos todos ainda tem a pouca vergonha de dizer que quem paga é o estado, depois de tudo o que roub.... Estes e outros é que deviam ser investigados e obrigados a devolver tudo aos legítimos donos (nós todos os portugueses contribuintes de toda a vida).



roda 7 escreveu:Lacuna na lei permite a políticos "abusar" da velocidade na estrada





A infração por excesso de velocidade de Mário Soares - apanhado anteontem a cerca de 200km/h na A8, em Leiria - volta a levantar o problema do regime de exceção aplicado a viaturas oficiais. A lei não especifica o que considera ser "marcha urgente de interesse público e os políticos abusam", acusa o porta-voz da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados.





foto Leonardo Negrao/Arquivo
Mário Soares foi apanhado a quase 200 Km/h na autoestrada

A ACA-M prepara, neste momento, um ação contra o Estado por omissão na legislação, na sequência de um acidente que vitimou, em Fevereiro, um jovem de 23 anos na Avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, revela o advogado da associação. O autocarro com adeptos polacos do Legia, escoltado pela PSP, não terá respeitado o sinal vermelho.

Para o presidente da Automóvel Club de Portugal, Carlos Barbosa, o comportamento do ex-presidente da República foi "inaceitável" a vários níveis. "Não deu o exemplo e disse que seria o Estado a pagar, pelos vistos, em tom mal educado".

Manuel João Ramos, da ACA-M, condena de forma veemente a conduta "anti-social de Mário Soares" e explica que é preciso legislar no sentido de tornar cúmplice o político, para que não recaia a culpa no motorista, como sucedeu no caso Mário Mendes. Soares também era conduzido por motorista. "Afinal, quando se pode considerar marcha urgente e colocar em risco a vida dos outros?".

Utilizam o regime de exceção viaturas oficiais, ambulâncias, equipas de futebol, concretiza a ACAM. O princípio que o justifica - a segurança - baseia-se na ideia de que a alta velocidade pode evitar atentados. Não foi possível obter reação, em tempo útil, de Mário Soares e um esclarecimento da parte da Autoridade Nacional Segurança Rodoviária.



http://www.jn.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=2404131

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Sab 7 Abr 2012 - 9:37 por Mário Castro

Marcha urgente rssssssss, se fosse um Guardilha a passar a 200km/h levava logo um processo disciplinar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum