BRIGADA DE TRÂNSITO

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

TRÂNSITO
LINKS RÁPIDOS

 



 
     
-
 
Votação

LIMITE VELOCIDADE NA AUTO ESTRADA

48% 48% [ 172 ]
52% 52% [ 185 ]

Total dos votos : 357

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Novembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Calendário Calendário

POSTO VIRTUAL

 




Militares vão ter promoções e aumentos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

23022012

Mensagem 

Militares vão ter promoções e aumentos




Militares vão ter promoções e aumentos


Afinal, vai haver promoções e respectivo aumento salarial nos três ramos das Forças Armadas. A garantia é do Ministério da Defesa, numa altura em que está instalado um autêntico clima de tensão e mal-estar entre os militares e o poder político.

«São inevitáveis as promoções e o aumento de salário», afirmou ao SOL fonte oficial do Ministério da Defesa. Nas duas últimas semanas, o ministro tem reunido com as chefias militares para acertar as listas de efectivos a serem promovidos. Já há a garantia de que os ramos têm verba suficiente para custear o aumento de salários sem que isso acarrete aumento geral de despesa. «É uma questão de rigor e de números», resume o Ministério. Falta apenas definir o número de promoções a fazer em cada um dos ramos.

As promoções ficaram congeladas com a aprovação do Orçamento do Estado para 2012. Depois disso, o Governo chegou a admitir fazê-las, mas sem pagar o respectivo aumento de vencimento, o que indignou as chefias militares, nomeadamente o Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas. O general Luís Araújo veio advertindo o Governo e mesmo a Presidência da República para o risco de tal medida para a «hierarquia» das Forças Armadas.

Esta abertura do Ministério da Defesa vem somar-se ao anúncio feito esta semana da incorporação de 3800 voluntários este ano. A maioria, 3400, vai para o Exército e os restantes para a Força Aérea. Isto é possível porque estes ramos já estão com um nível de efectivos abaixo do limiar mínimo. O Exército tem actualmente 12.939 contratados.

As boas notícias podem ajudar a dissipar o clima de mal-estar que está instalado. Ainda esta semana, o capitão de Abril Vasco Lourenço convidava Aguiar-Branco a «emigrar», depois deste ter dito que as Forças Armadas tal como estão são «insustentáveis».

Ontem, algumas centenas de militares concentraram-se em frente à residência oficial do primeiro-ministro para protestar contra os cortes salariais (que afectam a função pública) e a regressão salarial aos níveis de 2009 que atinge um lote de 4.000 efectivos.

Na terça-feira, o protesto foi mais insólito. Uma grande parte dos sargentos da Base Aérea de Monte Real recusou almoçar na messe, como forma de protesto no dia em que o ministro da Defesa visitava aquela unidade militar. «Foi uma forma muito singela de mostrar a insatisfação que está instalada. Só não vê quem não quer», afirmou ao SOL o presidente da Associação Nacional de Sargentos, António Lima Coelho.

http://sol.sapo.pt/inicio/Politica/Interior.aspx?content_id=42121


avatar
BTBRAVO
2º COMANDANTE
 2º COMANDANTE

PAÍS :
MENSAGENS : 6247
LOCALIZAÇÃO : Lisboa
EMPREGO : BRIGADA DE TRÂNSITO
INSCRIÇÃO : 05/02/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Militares vão ter promoções e aumentos :: Comentários

avatar

Mensagem em Qui 23 Fev 2012 - 4:46 por focaveiro

Para que é que um país como este precisa de um exercito com 13000 contratados e mais não sei quantos que são efectivos. Passaram logo em 2009 para as novas tabelas, mas têm sabido pressionar os politicos, lá vêm os coitadinhos dos coroneizinhos na reserva falar para a TV... Já diz o povo há muito tempo " quem não chora não mama".

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qui 23 Fev 2012 - 6:15 por techape

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA
Gabinetes do Secretário de Estado do Ensino
Superior e da Secretária de Estado da Ciência
Despacho (extrato) n.º 774/2012
Nos termos e ao abrigo do disposto nos n.os.3 e 4 do artigo 2.º e no
artigo 6.º do Decreto -Lei n.º 262/88, de 23 de julho:
1. É nomeada Helena Isabel Roque Mendes para, no âmbito dos nossos
Gabinetes, exercer funções de apoio à Rede Informática do Governo
(RING) e de interface com o Centro de Gestão da Rede Informática do
Governo (CEGER).
2. A nomeada auferirá uma remuneração mensal de € 1.575,00 (mil
quinhentos e setenta e cinco euros), atualizável na mesma percentagem
do índice 100 da escala salarial das carreiras do regime geral da função
pública, acrescida do subsídio de refeição que estiver em vigor.
3. Nos meses de junho e novembro, para além da mensalidade referida
no número anterior, será paga outra mensalidade de € 1.575,00 (mil
quinhentos e setenta e cinco euros), a título de abono suplementar.
4. Os encargos resultantes do presente nomeação serão suportados
pelo orçamento do Gabinete do Secretário de Estado do Ensino
Superior.
5. O presente despacho produz efeitos a partir de 28 de junho de 2011,
e é válido pelo prazo de 1 ano, renovável, até à sua caducidade, conforme
o previsto na parte final do artigo 11.º do Decreto -Lei n.º 262/88,
de 23 de julho.
11 de janeiro de 2012. — O Secretário de Estado do Ensino Superior,
João Filipe Cortez Rodrigues Queiró. — A Secretária de Estado da
Ciência, Maria Leonor de Sá Barreiros da Silva Parreira.

é uma vergonha leva o sub de férias e natal camuflado..
pais das maravilhas

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qui 23 Fev 2012 - 6:31 por fist79

E agora o que é que eu sou? Militar? OPC? Funcionário Público? Ou só pertenço a cada uma das categorias que enunciei quando é para perder direitos???

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em Qui 23 Fev 2012 - 12:13 por pittbull

Somos militares para dar poradas e ser escravizados e funcionarios publicos para nos tirarem tudo, somos um autentico saco de pancadas...

Voltar ao Topo Ir em baixo

avatar

Mensagem em Qui 23 Fev 2012 - 14:38 por rock

Despacho nº793- de 19 de Janeiro de 2012
É aditado ao Despacho nº774/2012, publicado no Diário da Républica, 2ªserie nº14, de 19 de Janeiro, o nº6 com a seguinte redação:
<<6-A aplicação do disposto no n.º 3 do presente despacho, encontra-se suspensa durante a vigência do Programa de Assintência Económica e Financeira nos termos do artigo 25º da Lei n.º64-B/2011, de 30 e Dezembro.>>



Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum